Empreendedorismo

Empreender implica em ser criativo, desenvolver um plano de negócios e analisar riscos. Dá muito trabalho, mas há muitos benefícios em se tornar seu próprio chefe. Eis 7 motivos para começar a empreender, mesmo que esta não seja ainda sua atividade principal.

      1. Colocando suas idéias pra trabalhar.

Ser seu próprio chefe exige que você tenha maior responsabilidade mas com muito mais liberdade e autonomia para aplicar suas próprias idéias, poder se expressar pro mundo.

      2. Tomar suas próprias decisões.

Parecido com o item acima, mas diferente. Abrir ou começar seu próprio negócio pode ser arriscado, porém, sua vontade, persistência e seu modo inovador de pensar podem trabalhar à seu favor. Acreditar em você e basear suas decisões em seus conhecimentos e experiências podem levar seu negócio ao sucesso. Assim como conhecer suas limitações e não ter medo de pedir ajuda quando necessário.

Você tem a possibilidade de estabelecer as políticas do seu negócio baseado nos seus valores e cultura ao invés de trabalhar para alguém cujos valores são diferentes dos seus.

      3. Escolher o lugar onde você quer trabalhar.

Você pode escolher o lugar para o seu negócio que melhor supre suas necessidades, independente se isso significa trabalhar de casa, próximo da sua casa, ou viajando para lugares diferentes. Pode decidir entre um um escritório no centro da cidade ou fora dela para evitar trânsito e perda de tempo. Mas não se esqueça de considerar o acesso dos seus clientes, empregados e fornecedores.

      4. Potencial para ganhar mais.

Como empreendedor, você tem a comodidade de fazer seu horário de trabalho e aumentar seu potencial em ganhar mais. Geralmente pra isso você terá que trabalhar com afinco e por longas horas. Se der certo e você tiver sucesso nos seus negócios, você tem a possibilidade de fazer mais dinheiro do que você faria trabalhando como empregado. O lado ruim é que não existem garantias nem contra-cheque no final do mês e você ainda corre o risco de perder compromissos pessoais com seus amigos e familiares, por ser o maior interessado no sucesso da sua empresa.

      5. Ter a liberdade de trabalhar meio período ou ter mais flexibilidade.

Enquanto algumas pessoas começam seus negócios para ganhar mais dinheiro, há os que prefiram trabalhar menos ou terem mais flexibilidade. É possível tirar mais férias ao longo do ano ou pelo menos não depender tanto de uma agenda alheia, delegando responsabilidades, ou até trabalhando apenas meio período, principalmente nos casos onde a pessoa tem filhos pequenos em casa. Claro que é preciso se certificar de que há um planejamento financeiro para isso. Muitas vezes, principalmente no começo, isso não é possível mas com o tempo a tendência é que você tenha mais flexibilidade.

      6. Estar envolvido em todas as operações do seu negócio.

Ser dono do seu próprio negócio pode lhe proporcionar uma tremenda satisfação e orgulho. Você poderá ver seu negócio crescendo do zero.

Porém, você também será responsável por arrecadar o capital inicial necessário para começar as atividades e cobrir os custos do dia-a-dia pelo menos por um tempo. Há várias tarefas envolvidas com as quais você pode não ter sido treinado(a), como por exemplo, compras, inventário ou contabilidade. Nunca é demais obter ajuda profissional. Foque nas áreas em que você pode de fato contribuir e crescer.

      7. Tornar o negócio um bem familiar.

Ter um negócio às vezes significa oferecer aos seus filhos e outras familiares um lugar para trabalhar, um meio de garantir o futuro deles. Uma oportunidade para ensiná-los habilidades importantes em qualquer negócio e passarem mais tempo juntos. Dependendo da inclinação profissional dos seus filhos, você pode até passar o negócio para eles quando você se aposentar. Mas cuidado, não crie falsas expectativas achando que eles obrigatoriamente têm que continuar o seu trabalho. Respeite a vontade de cada um.

E você? Já pensou em empreender? Quero ouvir sua opinião.

Vanessa Vitta.