No Canadá é muito comum as pessoas comerem um sanduíche, pizza, poutine ou até mesmo café com donuts no almoço! E apesar de gostar da praticidade e poder sair mais cedo do trabalho, eu sinto falta de uma alimentação mais equilibrada, com proteína, salada e menos carboidrato. Então vou te dar 3 alternativas pra se sentir mais saudável e com menos saudades de casa!

1.Inverta o almoço pela janta

Faça um lanche no almoço, mas quando sair do trabalho passe no mercado e faça seu jantar from scratch. Dê preferência para alimentos frescos, nada de congelados ou enlatados. Cozinhar pode ser prazeroso quando fazemos com tempo e em boa companhia.

2. Faça marmitas

Se em determinado momento você achar que prefere comer “comida de verdade” tanto no jantar quanto no almoço, separe uma marmita pra levar pra escola ou trabalho no dia seguinte. Você vai perceber que a maioria das pessoas leva a sua e, geralmente os lugares são equipados com microwaves e pia.

3. Procure por restaurantes de cozinha mediterrânea

Eu estava acostumada a almoçar fora com mais frequência no Brasil, mas aqui talvez por não terem tanto esse costume, restaurantes são caros e de modo geral, oferecem um serviço e menus diferentes dos nossos. De qualquer forma, apesar de não recomendar comer fora durante a semana, às vezes a gente não tem tempo nem disposição pra cozinhar todo dia. O que me salva nessas horas são os restaurantes fast-food de cozinha mediterrânea como o Jimmy the Greek e o Ali Baba´s. Com opções de carnes e também vegetariana, oferecem pratos bem parecidos com os nossos. Até hoje nunca vi restaurante à kilo, mas nestes você consegue pedir um prato por até menos de $10.

4. Experimente restaurantes internacionais com quem é do país.

A coisa mais gostosa de viajar pra outro lugar é viver a cultura local! E aqui em Toronto particularmente, a cultura local pode ser traduzida como mundial, pois tem gente de tudo quanto é canto do mundo. Peça pra um amigo que não seja brasileiro te levar pra conhecer a cozinha Indiana, Tailandesa, Coreana, Filipina, Árabe (muito mais que esfiha e kibe), ou muitas outras! Ele vai poder, além de explicar melhor o cardápio, contar um pouco dos costumes do seu país. Você nem vai lembrar que existe arroz e feijão.

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!