Na dúvida se você compra uma bicicleta ou imigra pro Canadá? Posso dizer que já faz quase um ano e meio que viemos pro Canadá e estamos amando estar aqui.

Esses dias atrás uma amiga de infância me escreveu perguntando como era a área de uma tal profissão, porque ela e o namorado estavam pensando em imigrar pra cá, já que no Brasil a coisa está muito feia, economicamente.
Na hora que eu li eu fiquei super contente de saber que ela queria vir pro Canadá porque ela sabia dessa nossa vontade há anos e ela nunca tinha manifestado interesse.

Eu poderia tê-la incentivado, afinal é uma amiga muito querida, mas justamente por isso, antes de falar das maravilhas deste país eu decidi aconselhá-la a pesquisar sobre o assunto – eu inclusive passei pra ela o que eu consegui achar de informação na internet. Mas principalmente eu a alertei sobre como é longa essa caminhada que começa ainda no Brasil sim, mas está bem longe de terminar quando o avião pousa no Canadá. Todo mundo que está aqui, está em busca de algo que acredita que não vai encontrar no Brasil, é verdade. Não a julgo por isso. Mas por conhecê-la, eu sabia que ela não queria vir pro Canadá, ela queria estar numa situação melhor, porém no Brasil, próxima da família.

Muitas vezes, quando estou caminhando no parque ou esquiando na neve (que é uma das melhores sensações que eu já senti), sinto vontade de teletransportar meus amigos e familiares pra junto de mim, pra compartilhar a felicidade que estou sentindo. Não tenho dúvidas de que se eles passassem férias aqui comigo iriam adorar. MAS isso são apenas pequenas frações da nossa vida aqui. A verdade é que existe muita entrega e abdicações nesse processo. Largar tudo em busca de algo que aparentemente é melhor, pode ter um preço incalculável, a sua felicidade, sem contar o rombo nas suas economias.

O tempo foi nosso conselheiro. Passamos muitos anos nos questionando se deveríamos vir ou não pro Canadá e sinceramente acho que demoramos um pouco pra tomar iniciativa, mas por outro lado, hoje temos mais certezas das nossas escolhas. A vida é um devir e tudo pode acontecer, mas quer um conselho? Não venha pro Canadá por impulso. Busque informações, converse com pessoas que estão aqui, venha ver de perto – conheça o território antes fazendo um intercâmbio de um mês, que seja.
Compre a bicicleta antes. Depois ouça seu coração.