Sabe aquela música do Zeca Pagodinho, “Você  o que é caviar? Nunca ouvi, nem comi, eu só ouço falar!”? Pois bem, nunca nem tinha ouvido falar desse tal de Marmite! Mas já tinha visto nos supermercados aqui no Canadá, até então, pra mim era um simples extrato de levedura, um fermento qualquer. Pensava em até um dia comprar achando que ele substituiria o fermento biológico pra fazer pão – até porque até hoje nunca encontrei aqui – mas sempre deixava pra depois.

Até que um dia, no caixa do supermercado um cara comentou com a caixa: “Nem acredito que achei isso aqui!” Ela virou pra ele e perguntou: “Por quê? Isso é fermento!” Ele então respondeu: “Fermento? Eu comia quando era criança espalhado no pão!”. E ficaram discutindo as maravilhas de se usar o Marmite!

Eu, se já estava pensando em comprar o vidrinho, fiquei louca de curiosidade pra experimentar!

Comprei. Espalhei no pão e… que estranho…  Me passou até pela cabeça que aquele cara era louco ou estava tirando uma da cara da caixa do supermercado. E eu, tonta, ainda caí.

Mas descobri que não só se come ele assim no pão e em outras receitas, como também faz bem pra saúde! Então dei uma chance pra ele, afinal, estávamos nos conhecendo ainda.

Com certeza não é um recheio que você faz questão de exagerar na dose. Mas se você espalhar só um pouquinho – O suficiente para “sujar” o pão – e comer com queijo quente ele fica uma delícia! Lembra muito caldo de carne, uma mistura fermentada de salgado e amargo, mas que vale a pena conhecer.

Apesar de não ser tipicamente canadense, muitas pessoas aqui consomem, pois é um costume britânico.

Uma coisa é certa: Ou você ama ou você odeia!

Benefícios à saúde

Ainda estuda-se os benefícios deste alimento, mas sabe-se que ele tem altos índices de ácido fólico e vitamina B12.

Marmite sandwich

Eu nunca vi no Brasil, mas pode ser que você até encontre em casas que vendem produtos importados.

Se você experimentar, deixe sua opinião aqui!